Translate this Page
Últimas atualizações
Início  (19-06-2017)
Estante Virtual  (19-06-2017)
História do Espiritismo  (19-06-2017)
Filmes e Documentários  (23-03-2017)
Federações Espíritas  (08-11-2016)
Sites Espíritas  (17-06-2016)
Áudio Livros  (25-05-2016)
Fatos Históricos  (16-05-2016)
Espiritismo na Mídia  (16-05-2016)
Enquete
Você é a favor da redução da maioridade penal?
Sim
Não
Tenho dúvidas a respeito
Ver Resultados

ONLINE
1


Partilhe este Site...

 O Portal do Espírito apoia

 


Início

Campanha "Em defesa da vida". Abrace essa ideia. Clique e conheça.

 

               

 

         

 

Humor e Espiritismo é possível? Com essa turma certamente sim. Excelentes.

 

Éramos um grupo de amigos que vivia de atuar lá pelas bandas de Nova Iguaçu, no Rio de Janeiro (terra onde viveu o saudoso professor Leopoldo Machado, nosso inspirador) entre apresentações de peças infantis nas escolas e temporadas nos teatros. Quando em 2007 resolvemos nos juntar para montar uma peça de tema espírita, já que esse era um assunto de interesse comum. Seria uma comédia, linguagem que nos uniu e que nos movimenta até hoje. Nasceu então a peça "Morrendo e Aprendendo" e com ela a CIA AMIGOS DA LUZ (a razão desse "da Luz" não é tão transcendental como parece, surgiu por causa da localidade iguaçuana onde morava parte do grupo, o Bairro da Luz).

Com medo de levar tomates fluidificados na cara logo na estreia, já que a peça não só unia Espiritismo e comédia mas tinha a audácia de ser encenada por homens fazendo tanto os papéis masculinos como femininos, divulgamos a primeira temporada pelos centros espíritas da região.

Alguns, vermelhos, torceram o nariz praquela loucura, mas outros viram naquela loucura os nossos narizes vermelhos e acabaram se divertindo! Mais do que isso: se divertindo envolvidos pela temática espírita. Resolvemos continuar!

Outras comédias vieram, alguns atores deixaram a companhia, outros juntaram-se a nós (entre eles a parcela mais maluca-beleza do Plano Espiritual que amorosamente nos tem carregado no colo) e as apresentações se espalharam país afora. Mas foi em março de 2015 com o lançamento dos vídeos de Humor e Espiritismo no nosso Canal do Youtube, que rápido foram se espalhando por milhares de telinhas de computadores e celulares por aí, que a Cia Amigos da Luz atravessou fronteiras, geográficas e do preconceito, e acabou chegando até você! ;) 

Muito obrigado por aparecer!

 

Dica de leitura e de presente para qualquer idade. Emocione-se com essa obra!

 

 

"O VOO INTERMINÁVEL: EM BUSCA DA EVOLUÇÃO INFINITA" é uma linda fábula de cunho reflexivo, que utiliza-se de aves como personagens para mostrar as várias faces do ser humano. Encante-se com as aventuras do pardal Tico, da coruja Joca e de todos os personagens da Mata da Encosta e do Parque das Aves, além da colônia Vista Alegre. É uma leitura para todas as idades, excelente para um verdadeiro mergulho dentro de si mesmo. Ao longo das páginas, vários mistérios do Parque das Aves se descortinam e talvez nem tudo o que se imaginava era totalmente a verdade. Liberte-se junto com as aves da história e busque o caminho da sua infinita evolução interior. O livro não possui direitos autorais para o autor e o seu download pode ser feito CLICANDO AQUI (PDF). Ou, se preferir, adquira a versão impressa, em site parceiro, pelo link https://clubedeautores.com.br/book/153013--o_voo_interminável. Visite o site do autor: http://www.fazeidemim.blogspot.com.br/
 

Biografia de Allan Kardec chega às livrarias para repetir fenômeno de Chico Xavier

RAQUEL COZER

COLUNISTA DA FOLHA DE S. PAULO

Allan Kardec vai aparecer perto de você nos próximos dias na TV, nas rádios, no metrô, na internet e, acima de tudo, nas livrarias.

A exposição da imagem do fundador do espiritismo faz parte de uma forte ação de marketing da editora Record, que distribui 100 mil cópias de "Kardec: A Biografia", de Marcel Souto Maior.

É uma aposta alta para um grupo editorial cujo maior best-seller no quesito biografias vendeu 64 mil cópias - foi com "A Arte da Política - A História que Vivi" (Civilização Brasileira, 2006), de Fernando Henrique Cardoso.

A biografia anterior escrita por Souto Maior, "As Vidas de Chico Xavier" (LeYa), sobre o médium brasileiro, teve cerca de 1 milhão de cópias vendidas e originou o filme "Chico Xavier", visto por mais de 3 milhões de pessoas.

O novo biografado, o francês Allan Kardec (1804-1869), é ele próprio um best-seller. Vendeu mais de 11 milhões de livros no Brasil, considerados só os números da maior editora do gênero, a Federação Espírita Brasileira. Há 120 casas espíritas no país, todas aptas a publicar "O Livro dos Espíritos" e outras obras do autor, em domínio público.

E a biografia que sai agora também vai virar filme, previsto para 2015, sob direção de Wagner de Assis.

Com o lançamento, a Record foca em especial o público leigo, menos afeito a uma história conhecida dos adeptos do espiritismo, mas tateia nicho promissor.

Embora só 2% (3,8 milhões) da população brasileira se diga espírita, segundo o Censo de 2010, simpatizantes das notícias post-mortem são 50 milhões, segundo a Federação Espírita Brasileira.

E, mesmo considerando só os 2% de espíritas - ante 64% de católicos (123 milhões) e 22% de evangélicos (42,5 milhões) - eles representam o segmento religioso com os mais altos índices de educação e renda. Têm hábito de comprar mais livros - e pagar mais por eles.

MAIS VENDIDOS

Levantamento feito a pedido da Folha pela Nielsen, que começou a monitorar as vendas de livros no Brasil neste ano, dá a dimensão disso.

Presente em nove países com a pesquisa em livrarias, a empresa americana optou pela contagem da venda de títulos espíritas só no Brasil, único país em que a doutrina se firmou como religião.

O levantamento abrange a comercialização dos últimos quatro meses pelas maiores redes do país.

Considerado só o faturamento com a venda de livros religiosos, os títulos espíritas correspondem a 32,63%, à frente dos católicos (31,79%) e dos evangélicos (19,92%).

O que explica o fato de uma religião com menos adeptos liderar o faturamento desse setor são os preços dos livros espíritas: custam em média R$ 29,13, ante R$ 17,19 dos católicos e R$ 21,21 dos evangélicos.

Também impulsiona essas vendas outro fenômeno nacional, os romances psicografados por nomes como Zíbia Gasparetto, Robson Pinheiro e Vera Lúcia Marinzeck de Carvalho, que circulam aos milhões - isso, vale fazer a ressalva, num cenário em que os únicos números totais conhecidos são os divulgados pelas próprias editoras.

Esses autores vendem tão bem hoje que ficam à frente de Chico Xavier (1910-2002) na contagem da Nielsen. Ocupam, respectivamente, o primeiro, o terceiro e o quarto lugar em vendas. Com 16 milhões de livros vendidos, Zibia Gasparetto, 87, deixa para trás até Kardec, em segundo lugar na lista.

Fonte:http://www1.folha.uol.com.br/ilustrada/2013/11/1365554-biografia-de-allan-kardec-chega-as-livrarias-para-repetir-fenomeno-de-chico-xavier.shtml

(*) Grifos nosso.

EDITORIAL: Talvez essa pesquisa demonstre algo de errado com o Movimento Espírita, onde, apesar de todo o mérito desses autores, o estudo sério e persistente das obras básicas do espiritismo está cedendo lugar ao gênero romance. Os responsáveis pela condução do espiritismo brasileiro, seja no Movimento Federativo ou nas instituições espíritas precisam analisar essa situação com o máximo de cuidado possível.

Caio Marcus

 

Chico Xavier - O Maior Brasileiro de Todos os Tempos

 

O médium Francisco Cândido Xavier foi considerado o maior brasileiro de todos os tempos, com 71% dos votos, em pesquisa realizada pela emissora de televisão SBT.

São mais de 400 livros psicografados, além de milhares de cartas que demonstram a continuidade da vida após o túmulo, trazendo esperança e incentivo para uma melhora interior.

Leia os livros psicografados pelo "Chico", clicando aqui e confirme por que ele, além de ser o "Mineiro do Século XX",  é também "O Maior Brasileiro de Todos os Tempos".

 

Bezerra de Menezes
Mensagem psicografada por Divaldo P. Franco em 13/11/2010 - Los Angeles - EUA

—————————————————————-

Meus filhos:

Que Jesus nos abençoe.

A sociedade terrena vive, na atualidade, um grave momento mediúnico no qual, de forma inconsciente, dá-se o intercâmbio entre as duas esferas da vida. Entidades assinaladas pelo ódio, pelo ressentimento, e tomadas de amargura cobram daqueles algozes de ontem o pesado ônus da aflição que lhes tenham proporcionado. Espíritos nobres, voltados ao ideal de elevação humana sincronizam com as potências espirituais na edificação de um mundo melhor. As obsessões campeiam de forma pandêmica, confundindo-se com os transtornos psicopatológicos que trazem os processos afligentes e degenerativos.

Sucede que a Terra vivencia, neste período, a grande transição de mundo de provas e de expiações para mundo de regeneração.

Nunca houve tanta conquista da ciência e da tecnologia, e tanta hediondez do sentimento e das emoções. As glórias das conquistas do intelecto esmaecem diante do abismo da crueldade, da dissolução dos costumes, da perda da ética, e da decadência das conquistas da civilização e da cultura…

Não seja, pois, de estranhar que a dor, sob vários aspectos, espraia-se no planeta terrestre não apenas como látego mas, sobretudo, como convite à reflexão, como análise à transitoriedade do corpo, com o propósito de convocar as mentes e os corações para o ser espiritual que todos somos.

Fala-se sobre a tragédia do cotidiano com razão.

As ameaças de natureza sísmica, a cada momento tornam-se realidade tanto de um lado como de outro do planeta. O crime campeia a solta e a floração da juventude entrega-se, com exceções compreensíveis, ao abastardamento do caráter, às licenças morais e à agressividade.

Sucede, meus filhos, que as regiões de sofrimento profundo estão liberando seus hóspedes que ali ficaram, em cárcere privado, por muitos séculos e agora, na grande transição, recebem a oportunidade de voltarem-se para o bem ou de optar pela loucura a que se têm entregado. E esses, que teimosamente permanecem no mal, a benefício próprio e do planeta, irão ao exílio em orbes inferiores onde lapidarão a alma auxiliando os seus irmãos de natureza primitiva, como nos aconteceu no passado.

Por outro lado, os nobres promotores do progresso de todos os tempos passados também se reencarnam nesta hora para acelerar as conquistas, não só da inteligência e da tecnologia de ponta, mas também dos valores morais e espirituais. Ao lado deles, benfeitores de outra dimensão emboscam-se na matéria para se tornarem os grandes líderes e sensibilizarem esses verdugos da sociedade.

Aos médiuns cabe a grande tarefa de ser ponte entre as dores e as consolações. Aos dialogadores cabe a honrosa tarefa de ser, cada um deles, psicoterapeutas de desencarnados, contribuindo para a saúde geral. Enquanto os médiuns se entregam ao benefício caridoso com os irmãos em agonia, também têm as suas dores diminuídas, o seu fardo de provas amenizados, as suas aflições contornadas, porque o amor é o grande mensageiro da misericórdia que dilui todos os impedimentos ao progresso – é o sol da vida, meus filhos, que dissolve a névoa da ignorância e que apaga a noite da impiedade.

Reencarnastes para contribuir em favor da Nova Era.

As vossas existências não aconteceram ao acaso, foram programadas.

Antes de mergulhardes na neblina carnal, lestes o programa que vos dizia respeito e o firmastes, dando o assentimento para as provas e as glórias estelares.

O Espiritismo é Jesus que volta de braços abertos, descrucificado, ressurreto e vivo, cantando a sinfonia gloriosa da solidariedade.

Dai-vos as mãos!

Que as diferenças opinativas sejam limadas e os ideais de concordância sejam praticados. Que, quaisquer pontos de objeção tornem-se secundários diante das metas a alcançar.

Sabemos das vossas dores, porque também passamos pela Terra e compreendemos que a névoa da matéria empana o discernimento e, muitas vezes, dificulta a lógica necessária para a ação correta. Mas ficais atentos: tendes compromissos com Jesus…

Não é a primeira vez que vos comprometestes enganando, enganando-vos. Mas esta é a oportunidade final, optativa para a glória da imortalidade ou para a anestesia da ilusão.

Ser espírita é encontrar o tesouro da sabedoria.

Reconhecemos que na luta cotidiana, na disputa social e econômica, financeira e humana do ganha-pão, esvai-se o entusiasmo, diminui a alegria do serviço, mas se permanecerdes fiéis, orando com as antenas direcionadas ao Pai Todo-Amor, não vos faltarão a inspiração, o apoio, as forças morais para vos defenderdes das agressões do mal que muitas vezes vos alcança.

Tende coragem, meus filhos, unidos, porque somos os trabalhadores da última hora, e o nosso será o salário igual ao do jornaleiro do primeiro momento.

Cantemos a alegria de servir e, ao sairmos daqui, levemos impresso no relicário da alma tudo aquilo que ocorreu em nossa reunião de santas intenções: as dores mais variadas, os rebeldes, os ignorantes, os aflitos, os infelizes, e também a palavra gentil dos amigos que velam por todos nós.

Confiando em nosso Senhor Jesus Cristo, que nos delegou a honra de falar em Seu nome, e em Seu nome ensinar, curar, levantar o ânimo e construir um mundo novo, rogamos a Ele, nosso divino Benfeitor, que a todos nos abençoe e nos dê a Sua paz.

São os votos do servidor humílimo e paternal de sempre,

Bezerra.

Após ler a mensagem, deixe sua opinião em nosso fórum (clique aqui)

Obrigado pela visita!

topo